01/08/2018 às 16:40 - Atualizado em 01/08/2018 às 16:50

Espírito Santo fechou o primeiro semestre de 2018 com melhor resultado desde 2012

carteira-5140277_0.jpg   

Junho 2018. Depois de cinco meses gerando empregos, o mercado de trabalho formal do Espírito Santo apresentou retração em junho, com um saldo líquido negativo entre admissões e demissões de 1.562 postos de trabalho. O resultado foi equivalente ao registrado para o mês de junho de 2017, quando o Estado fechou 1.466 postos de trabalho. Outro ponto a se destacar é que desde 2008 o mês de junho não apresenta um resultado positivo.

Semestre. Mesmo com a retração registrada, o mercado de trabalho formal capixaba fechou o primeiro semestre do ano acumulando um saldo líquido positivo entre admissões e demissões de 13.521 postos de trabalho. Esse resultado é quase três vezes maior que o obtido no primeiro semestre de 2017, quando o saldo foi positivo de 5.421 postos.

sindlojas_01.png

Comércio e Serviços. O comércio capixaba obteve o segundo saldo negativo no mês de junho. Resultado de 6.026 contratações e 6.763 demissões, o setor fechou 737 postos de trabalho no mês. De janeiro a junho de 2018, o comércio acumulou a perda de 3.284 empregos formais.

Já o setor de serviços voltou a registrar saldo líquido positivo com a criação de 473 empregos em junho, depois da queda pontual em maio. O setor vem apresentando saldos positivos na maior parte do ano e o acumulado do primeiro semestre mostrou a criação de 5.401 postos de trabalho.

sindilojas_02.png

Demais setores. Dos seis setores pesquisados, apenas o setor de serviços apresentou resultado positivo em junho no Espírito Santo. O destaque negativo foi a Indústria (-764 postos).

 

Brasil

O Brasil fechou 661 postos com carteira assinada em junho de 2018. Mesmo com esse resultado, o país acumulou um saldo líquido positivo de mais de 392 mil postos de trabalho formais no primeiro semestre de 2018. Esse número foi significativamente maior do que o saldo gerado no mesmo período de 2017, quando criou cerca de 67 mil empregos formais.

Comentários

Um dos fatores que reflete diretamente na movimentação de toda economia é a sua capacidade de gerar empregos.  E, embora ainda não tenha recuperado totalmente as perdas do passado, os resultados do mercado de trabalho formal do Espírito Santo têm sido significativamente melhores em 20108 quando comparados aos últimos três anos.

O  Estado vem mostrando um trajetória crescente de criação de empregos formais desde o início do ano. Com o resultado de junho, o primeiro semestre do ano acumulou a criação de cerca de 13 mil postos de trabalho formais no ano, melhor resultado para o primeiro semestre desde 2012.

Nota Técnica

Os dados sobre o Mercado de Trabalho Formal são disponibilizados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), instituído pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), para o Brasil e Unidades de federação. A presente análise dos dados do Espírito Santo é realizada pela Assessoria Econômica da Fecomércio- ES.

 

 

Problemas com a imagem
Problemas com a imagem
Problemas com a imagem
Problemas com a imagem

Sobre o Sindicato

Sindicato dos Lojistas do Comércio de Guarapari

  • Endereço:
    Av. Ewerson de Abreu Sodré, Ed. Stephanie, 2º Andar, 930 - Muquiçaba
  • CEP: 29215-010
  • Processo: 1227
  • Telefone(s):(27) 3361-5622
    Fax:(27) 3361-0733
  • Email contato: sindilojasguarapari.presidencia@gmail.com
  • Presidente:
    DARCY JÚNIOR LUGÃO DOS SANTOS